notícia publicada em 16/05/2017 às 08:19:22

PREFEITURA DE ITAPERUNA INTENSIFICA COMBATE AO MOSQUITO DA DENGUE
 
DECOM
Prefeitura Municipal de Itaperuna-RJ
  
 
Devido aos questionamentos a respeito da necessidade de pulverização em alguns bairros, a Prefeitura de Itaperuna, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, volta a esclarecer sobre a importância de combater os criadouros do mosquito Aedes Aegypti e a utilização do carro UBV-fumacê. A utilização do carro fumacê só é indicada em localidades onde existe alto índice de infestação e transmissão da dengue com casos notificados de acordo com as normas do Ministério da Saúde.

Atualmente, Itaperuna conta com 3 máquinas costais e 1 veículo UBV de pulverização. Um novo equipamento de pulverização está sendo preparado e em breve estará nas ruas para intensificar os trabalhos de combate à dengue.

Os coordenadores de Vigilância Ambiental em Saúde, José Mauricio Ferreira Jorge e Diogo Mançano, explicam que a aplicação do inseticida de maneira espacial é uma forma apenas emergencial e complementar às demais técnicas de enfrentamento. É preciso continuar as ações de bloqueio de transmissão com ações de eliminação de focos do mosquito, a educação com informações sobre prevenção e os mutirões de limpeza para que o fumacê tenha eficácia.

“O inseticida do fumacê mata a fêmea adulta e para isso ela precisa estar voando. Ele depende de questões climáticas e há horários específicos em que a nuvem do produto percorre o espaço necessário para atingir o mosquito. Quando o carro de UBV passa em uma rua, se a casa tiver muro alto, por exemplo, o veneno não vai chegar até o fundo das casas, então não vai eliminar mosquito nenhum. Além disso, o fumacê não tem ação residual, ou seja, aquela larva que está no vaso de planta não será eliminada”, completam.

A Secretaria Municipal de Saúde continua desenvolvendo um intenso trabalho no combate ao mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya, com ações preventivas e corretivas. Apesar do intenso trabalho realizado pelos Agentes de Controle de Endemias e pela Secretaria Municipal de Saúde, a população precisa fazer a sua parte.


Comentários

Mais fotos para esta notícia